Sambas Portelenses

Aqui você terá facilidade para achar o verdadeiro SAMBA!

segunda-feira, 24 de julho de 2017

PORTELA 2006 (Caixa D'Água e Alexandre Fernandes - Concorrente)


PORTELA 2006
(Samba Concorrente)


Enredo: Brasil, marca tua cara e mostra para o mundo
Autores: Alexandre Fernandes e Caixa D'Água
Intérprete: Preto Jóia

História...
A visão do passado traz sempre a memória
De quem um dia escreveu a vitória
Em nosso chão, a bandeira fincou
Gente, a origem da gente não vem de além-mar
Marajoara, guerreiro em seu lar
À natureza, em prece, agradece
O encanto de uma noite ao luar

A vontade desse mundo mudar
A Portela vem de novo cantar (bis)
No azul do céu, no branco da paz
A felicidade é a gente que faz

Chegam os conquistadores
Olhos ferinos plantados no chão
Da África, em plena agonia
Desembarca, um dia, o irmão
Se a brisa sussura a dor
Lamentos murmuram louvor
Os cultos, as festas, os rituais
Na voz da senzala, um canto de paz
Vem a imigração
Vai florir a comunhão
A herança é a magia
Que hoje embarca nessa imensa alegria

A mistura deu certo, quem pode negar?
O povo seus sonhos vai realizar (bis)
Se o destino uniu
A marca é Brasil, ninguém pode apagar

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

PORTELA 2017 (Alexandre Velloso e cia - Concorrente)

PORTELA 2017
Compositores:  Alexandre Velloso, Marcos Moran, Ricardo Pinto e Sérgio Oliveira
Intérprete: MARCOS MORAN

EU VOU NAVEGAR NA POESIA
NA BELEZA DOS RIOS, TEM MAGIA NO AR!
E NO ALVORECER VAI RELUZIR
DOURADA FONTE QUE NOS FAZ SONHAR...SONHAR
A SEMENTE GERMINOU, A RIQUEZA AFLOROU
NOSSA TERRA FLORESCEU
"COBRA GRANDE", "BOIÚNA" , "IARA"
DIVINDADES E SEGREDOS 
QUE O POVO JAMAIS ESQUECEU

ZUM, ZUM, ZUM, ZUM
É O ZOAR DAS LAVADEIRAS
TEM "MERCADO" A NAVEGAR 
LÁ NA VERTENTE DA RIBEIRA BIS

AS MÁGOAS, A CORRENTEZA CARREGA
PRECES, PEDIDOS, PROMESSAS 
DE QUEM SOFREU POR AMOR
MEU GRITO DE RESISTÊNCIA
PELA LIBERDADE ECOOU
TEM FESTA NO "ARRAIÁ", É CABOCLO A BATUCAR
É TOADA RIBEIRINHA, E VIOLA A "VIOLAR"
MEU CANTO DE FÉ, ÀS MARGENS LEVEI
MISTURA DE CRENÇAS 
LENDAS E MISTÉRIOS ENCONTREI
AI EI EU! MAMÃE OXUM DONA DO OURO
SEU ALTAR É O MEU TESOURO!

VOA MINHA ÁGUIA ENCANTADA 
NO BERÇO DO SAMBA, A FONTE DA VIDA
SOBERANA, ABENÇOA A PASSARELA 
LEITO DO RIO AZUL E BRANCO DA PORTELA BIS


quinta-feira, 25 de agosto de 2016

PORTELA 2017 (Luizinho Dú Kavaco e cia - Concorrente)

  


PORTELA 2017

Compositores: Luizinho Dú Kavaco, Meri de Liz, Claudinho DVD, Filipe Quirino, Flavio Goy, Bruninho Portela, Ana Quintas, Bano Alves, Enilson Pires e Sheila Marques 

ÁGUA, NASCENTE DA VIDA
BROTOU NA AVENIDA, O MAIOR BEM DA TERRA
A DEUSA ÁGUIA BEBE DESSA FONTE 
ABENÇOANDO O DESFILE DA PORTELA
MISTÉRIOS QUE GUARDAM OS RIOS
SEGREDOS, HERANÇAS DOS POVOS ANTIGOS
A FORÇA DA CORRENTE QUE DESÁGUA
MOSTRA A VITÓRIA NO ESPELHO D'ÁGUA
GLÓRIAS, SEMENTES GERMINADAS NO CAMINHO
ÀS MARGENS, AMOR E SEDUÇÃO
MORADA DOS DEUSES, DOS MITOS
TORRENTE DE ALEGRIA, NESSE RIO DE FANTASIA

CANTAM AS LAVADEIRAS ZUM, ZUM, ZUM 
PALAFITAS AO LUAR, A EMOLDURAR 
VAI E VEM NAS CORRENTEZAS
PEIXES PRA SABOREAR

NO SEU LEITO NAVEGAM FORTES SENTIMENTOS 
UM TESOURO, PROVENDO O FARTO SUSTENTO 
LIBERDADE EM SUA ALMA INSPIRA ARTISTAS GENIAIS 
ROMANCES, CANTOS, POEMAS, DANÇAS E RITUAIS 
SAGRADAS ÁGUAS DE OXUM ORA YÊ YÊ Ô
VOU ME BANHAR COM SEU AXÉ
OLHAI A PROCISSÃO DE MADUREIRA 
OH! PADROEIRA EM TEU MANTO TENHO FÉ

CLAREIA LÁ DO CÉU CLAREIA 
AS DIVINDADES, NO ALTAR DO SAMBA 
A ESTRELA AZUL E BRANCO A ME GUIAR 
E O MEU CORAÇÃO SE DEIXA LEVAR